RETROSPECTIVA 2017….

Publicado em: 2 janeiro 2018
Bernadete Seixas

Fechamos mais um ano… seguimos rumo ao Centenário Diocesano…

O ano de 2017, para a Diocese de Luz, foi um ano de lutas, formação, crescimento, expectativas e de espera. Espera e contagem regressiva para a comemoração do jubileu (ou Centenário). O dia 08 de julho de 2018 vem sendo sonhado e construído como nunca. São inúmeras reuniões, discussões, planejamentos e muito trabalho para que este dia especial fique marcado na história da Diocese.

Que em 2018 possamos viver e sentir a alegria de dias melhores. Que a esperança e a renovação de uma nova vida possam brotar junto com nossas forças, para seguirmos em frente, sem nos esquecermos de que Deus está sempre conosco, ao nosso lado, em tudo e em todos os momentos.

Feliz 2018! Viva a Diocese de Luz! Viva o Centenário!

Pastoral da Comunicação da Diocese de Luz

Comunicação

 

A Comunicação é essencial em tudo, principalmente para os trabalhos da Igreja. Grande parte das paróquias, pastorais e movimentos estão conectados nesta grande rede. No início do ano de 2017, a Paróquia São Judas Tadeu, de Formiga, criou seu site, aprimorando sua comunicação. O site da Paróquia São Vicente Férrer, de Formiga, também foi reformulado.

Em abril, a Paróquia São Carlos Borromeu, de Lagoa da Prata, venceu o concurso nacional do Jornal Sou Dizimista.

Em setembro, um novo projeto de comunicação foi criado pelos jovens de Formiga,  “Projeto Seja Luz”, com o apoio e parceria da Pastoral da Comunicação – Pascom. Um programa de oração, reflexão e música nas redes sociais.

Fechando o ano, o Programa Luz na Rede, apresentado pelo bispo Dom José Aristeu, nas redes sociais, chegou à 100ª edição..

 

 

 

 

Obras e inaugurações

Em 2017, a Diocese iniciou o ano inaugurando o Centro Missionário de Evangelização. O novo espaço é usado para planejar, colaborar e executar os projetos diocesanos.

Em Abaeté, na Paróquia Bom Pastor, a reforma da Igreja Matriz Nossa Senhora do Rosário foi concluída.

Em vista da comemoração do Centenário, os imóveis: prédio da Cúria, o Palácio Episcopal e o Santuário Nossa Senhora de Fátima foram reestruturados. A Catedral também ganhou uma nova pintura interna e externa.

Em agosto, a Paróquia São João Bosco, em Santo Antônio do Monte, inaugurou a Igreja Matriz.

A Paróquia São Paulo Apóstolo, em Formiga, no mês de novembro, inaugurou o centro de eventos, a casa e o salão paroquial.

Juventude

A juventude não ficou parada no ano de 2017. Foram muitos encontros, atividades, oração e música em todas as paróquias. Já no inicio do ano, em Pains, os jovens promoveram o “1º Jesus na Praça”, reunindo uma grande multidão.

Em fevereiro, o Setor Juventude da Paróquia São Vicente Férrer,de Formiga, realizou uma gincana do bem, e toda a arrecadação de alimentos foi doada às entidades da cidade.

Em julho, um novo assessor assume a Pastoral da Juventude: padre João Veloso.

Em outubro, a Pastoral da Juventude promoveu uma grande festa, reunindo mais de três mil jovens na cidade de Formiga. O evento foi marcado pelo Dia Nacional da Juventude – DNJ.

Formação

 

Os encontros de formação foram constantes e realizados todos os meses. Assessores, agentes, leigos, seminaristas, padres e o bispo estiveram presentes e representando a Diocese nos diversos encontros nacionais, regionais, diocesanos e paroquiais.

No início do ano, as lideranças foram capacitadas como agentes de formação para a Campanha da Fraternidade, que teve como tema:” Biomas brasileiros e defesa da vida.”

As paróquias foram assessoradas e conduzidas pelos párocos que promoveram retiros com as lideranças e leigos.

A Pastoral Diocesana de Evangelização, coordenada pelo padre Patriky Samuel, esteve presente em vários eventos diocesanos, forâneos e paroquiais.

Pastorais e movimentos

As pastorais se movimentaram durante todo o ano, promovendo encontros forâneos, paroquiais e nas comunidades.

A Pastoral do Dízimo reforçou os trabalhos com os agentes estudando e aprofundando o Documento 106 da CNBB – Dízimo na Comunidade de Fé.

A Pastoral Familiar esteve presente nos eventos do regional, multiplicando o trabalho com os leigos, incentivando, em especial, os encontros sobre o planejamento familiar.

A Pastoral dos Ministérios também intensificou os trabalhos, com a realização dos retiros, fortalecendo em especial os Ministros da Eucaristia, da Palavra e das Exéquias.

A Pastoral Litúrgica promoveu o encontro diocesano reunindo coordenadores. O evento teve como proposta formação litúrgica para as paróquias.

O Apostolado da Oração realizou em 2017 um grande encontro diocesano, reunindo mais de 200 pessoas, em Santo Antônio do Monte.

A Pastoral Catequética se fez presente junto às suas lideranças, sendo acompanhada e assessorada. Durante o ano, houve retiros, encontros de formação e espiritualidade.

Ainda em meados de 2017, a RCC – Renovação Carismática Católica- comemorou seu Jubileu de Ouro – 50 anos no Mundo. Foi um ano consagrado e de muitas comemorações deste grande movimento da Igreja.

Em dezembro, a Pastoral da Criança, além de todo o trabalho constante nas comunidades, promoveu o encontrão com as líderes da diocese.

Outro destaque das Pastorais foi a reativação do trabalho da Pastoral Carcerária. Já no final do ano, uma nova coordenação assumiu. Houve um encontro de formação e os  projetos se iniciam em 2018.

Clero

Durante todo o ano houve encontros, retiros e formação. Muitos deles assessorando as pastorais e os movimentos. A Pastoral Presbiteral promoveu, em 2017, encontros com os padres de acordo o tempo de ordenação. O encontro contou com a presença do bispo diocesano e o representante dos presbíteros, padre Cássio Vieira.

Os padres: José Ferreira (75 anos de vida e 45 de ordenação); Ildo Balduíno (25 anos de ordenação); João Bosco (30 anos de ordenação); Antônio Carlos (30 anos de ordenação); José Stolfi (85 anos de vida e 60 anos de ordenação) e Pedro Lacerda (96 anos de vida e 72 de ordenação) completaram de 25 a 72 anos de caminhada sacerdotal.

No ano passado, a Diocese realizou em julho a ordenação do diácono Douglas Xavier ao presbitério. Em dezembro, foi a ordenação diaconal dos seminaristas Marco Túlio e Rodrigo Leão. Houve ainda a ordenação presbiteral dos diáconos formiguenses: Rarden Luiz Reis Pedrosa e Túlio Marcos Ribeiro Corrêa, ambos da Congregação do Sagrado Coração de Jesus (Dehoniana).

Diocese

A Igreja Católica dedicou-se ao Ano Mariano, em virtude dos 300 anos do encontro da imagem de Nossa Senhora Aparecida no Brasil. Com isso, todas as dioceses receberão uma réplica da imagem da padroeira que, em forma de peregrinação, visitou cidades e paróquias.

A Diocese de Luz acolheu a imagem peregrina em fevereiro e ela percorreu as 32 cidades, 52 paróquias, os seminários em Luz e Belo Horizonte e na Paróquia Militar Santa Efigênia. Foram milhares de manifestações de carinho, homenagens e muita festa por onde a Mãe de Jesus passava. Encerrou-se a peregrinação em junho, numa grande festa promovida pela Diocese – A Festa das Comunidades, na cidade de Campos Altos.

No inicio do ano, mais um novo trabalho nasce na Diocese: CaritasLuz – uma organização de nível internacional cujo nome vem do latim (caritas, caritatis), que significa CARIDADE. E esse é justamente o seu objetivo. Ainda na mesma época houve eleição e definida a diretoria do movimento.

Durante 2017, no Brasil, diversos assuntos contrariaram, feriram e desrespeitaram a vida da população, e mais uma vez a Igreja se posicionou, não se calou e se manifestou por meio das redes sociais, debates, palestras e reflexões, deixando claro que sua ideologia, sua cultura, ética e seus costumes sempre serão em prol da vida, da família e do bem comum.

No ano passado, a Diocese teve o privilégio de ganhar duas novas consagradas, Maria Ângela de Oliveira Alves e Carmem de Melo Lima, da Fraternidade Sagrada Face e Maria do Silêncio.

No final de 2017, foi divulgado pela coordenação de pastoral, o novo censo das comunidades e paróquias da Diocese. Os dados atualizados apontaram um crescimento e, hoje, são 623 comunidades (350 urbanas e 273 rurais), 52 paróquias, 02 regiões pastorais e uma paróquia militar.

Centenário

No ano de 2017, iniciaram-se oficialmente os trabalhos para a celebração do Jubileu da Diocese de Luz – 100 anos de presença e evangelização. Em junho, houve a primeira atividade do cronograma: a Conferência Diocesana direcionada aos Comunicadores, na cidade de Arcos. Em setembro, a conferência foi para os políticos que estiveram reunidos em Formiga. A terceira ocorreu em Bom Despacho, com membros do Poder Judiciário (Juízes, advogados, polícia militar e civil). E em 2018, a Conferência Diocesana será para os Educadores.

Uma comissão especial foi criada para se dedicar ao projeto do Centenário Diocesano. A comissão esteve reunida em diversas vezes para organizar e planejar.  Eles criaram adesivos, canecas, chaveiros, camisetas e a bíblia personalizada com o logotipo do Centenário, e até um pequeno histórico. Todos estes produtos estão à venda para arrecadar fundos e divulgar a marca do jubileu.

Ainda em junho, durante a Festa das Comunidades, em Campos Altos, houve a escolha do Hino do Centenário, sendo os ganhadores: Padre Marcus Vinícius de Paula Silva e Luiz Expedito Calazans.

A Comissão, em meados do ano, criou uma campanha para arrecadar fundos para custear a festa do centenário, a “Campanha Diocesano Presente”. Também fazendo parte do cronograma houve a criação do selo personalizado do jubileu.

Abrindo oficialmente as comemorações, na contagem regressiva, na noite do dia 07 de julho de 2017, na Catedral Diocesana, houve a celebração da Santa Missa, em memória dos 50 anos de falecimento de Dom Manoel Nunes Coelho e, após o envio da imagem peregrina de São Rafael – padroeiro diocesano que desde julho percorreu as cidades e paróquias, encerrou-se, no dia 08 de julho de 2018, em Luz, o dia da grande festa.

Compartilhe com seus amigos: