Paróquia S.V de Paulo iniciará uma Fraternidade da Ordem Franciscana Secular

Publicado em: 12 junho 2019
Bernadete Seixas

A Ordem Franciscana Secular iniciará uma Fraternidade na Paróquia São Vicente de Paulo, em Bom Despacho.

A primeira reunião será realizada no dia 22 de junho, sábado, às 17h00, nas dependências do salão paroquial.

Mais informações pelo (37) 3522-4786.

A presença franciscana na Diocese

Em Bom Despacho, a Fraternidade da Ordem Franciscana Secular está presente na Paróquia Nossa Senhora do Bom Despacho.

Antes mesmo da presença dos frades em Abaeté/MG, em 1923, nas missões pregadas pelos franciscanos em Morada Nova de Minas/MG, os freis Adolfo Thoosen e Onésimo Timmermans “pescaram” o garoto levado, Antônio Álvares da Silva, futuro capelão e patrono do Exército Brasileiro, o frei Orlando Álvares da Silva. Assim, começou o vínculo com a Diocese de Luz.

Em 1924, os frades assumiram a direção da Paróquia do Divino Espírito Santo, em Divinópolis/MG, implantando, ali, em seu convento, a Faculdade de Teologia, em 1931. Certamente, essa presença repercutiu na Diocese, em termos de assistência religiosa, celebrações, retiros, missões, dentre outras, na região. Por exemplo, cuidando da Paróquia de Santo Antônio do Monte, durante algum tempo.

A presença mais efetiva foi em Abaeté/MG, Morada Nova de Minas/MG, Biquinhas/MG, Paineiras/MG, Cedro do Abaeté/MG, a partir de 1938. É preciso lembrar a atuação de alguns franciscanos, em Abaeté/MG e região. Certamente, a figura principal foi frei Mário Cornelissen (19381963). Dedicado pároco, se colocava disponível para atender a todos que o procurassem, combatendo o protestantismo e o espiritismo, defendendo a fé católica e tentando conciliar os bravos políticos – adversários, como a UDN (União Democrática  Nacional), PSD (Partido Social Democrático) e PR (Partido da República). Presença importante também foi a de frei Joaquim Van Kesteren, que levou as irmãs do Coração de Jesus e implantou um colégio em Abaeté/MG, em 1947. Ele fez um “milagre” na política da cidade, quando conseguiu unir os partidos adversários, propondo um candidato único para prefeito, senhor Antônio José Pereira.

O segundo frade mais longevo foi frei Gustavo Driessen, que permaneceu por 14 anos na paróquia. Frei Patrício de Moura Fonseca (1989 – 1997) renovou a pastoral paroquial em Abaeté/MG. Levou para lá as irmãs clarissas franciscanas, missionárias da Sagrada Eucaristia, e, para Paineiras/MG, as irmãs catequistas franciscanas, que trabalharam também com frei Ronaldo Zwinkels. Numerosos frades foram enviados a serviço em Abaeté/MG, Paineiras/MG e Cedro do Abaeté/MG, fazendo-o com muito carinho e zelo.

Com a saída da presença franciscana da Paróquia de Nossa Senhora do Patrocínio, em outubro de 2008, ficou registrada sua marca, deixando um pouco do espírito franciscano na presença das três fraternidades da Ordem Franciscana Secular (OFS): João XXIII, em Abaeté/MG; Nossa Senhora do Bom Despacho, em Bom Despacho/MG; e Nossa Senhora do Santíssimo Sacramento, em Dores do Indaiá/MG.

Compartilhe com seus amigos: