Para o mês de julho, Papa propõe oração pela amizade social

Publicado em: 30 junho 2021

A partir da amizade social, Papa propõe diálogo contra polarização e jogos de poder

Da Redação, com O Video do Papa

Na intenção de oração para o mês de julho, o Papa Francisco propõe a amizade social. O Video do Papa para o mês foi divulgado nesta quarta-feira, 30. “Sejamos artífices corajosos e apaixonados do diálogo e da amizade”, encoraja Francisco.

O Papa propõe que se vá muito mais além dos grupos de amigos. Ele exorta à construção da amizade social, tão necessária para a boa convivência. Francisco salienta a importância do encontro especialmente com os mais pobres e vulneráveis. Também frisa o afastamento “dos populismos que exploram a angústia do povo sem oferecer soluções, propondo uma mística que nada resolve”.

Leia também
.: Com amizade social não haverá guerras, afirma Papa

O Santo Padre reconhece que nem sempre é fácil “fugir da inimizade social”. E isso principalmente quando parte da política, da sociedade e da mídia se dedica a criar inimigos, “para derrotá-los num jogo de poder”.

No vídeo, o Papa destaca que o caminho para ver a realidade de modo novo é o diálogo. Ele pede o fim da polarização que divide a sociedade. O Pontífice reza para que não haja mais espaços de inimizade e de guerra. Assista abaixo:

Diálogo em um mundo polarizado

Embora, de um modo geral, o número de mortes nas guerras venha a diminuir desde 1946, a violência e os conflitos sociais são ainda recorrentes, pontua a Rede Mundial de Oração. Muitas vezes, os conflitos não se manifestam de forma física, mas através de uma polarização crescente.

Em sua última encíclica, Fratelli tutti (2020), o Santo Padre dedicou o sexto capítulo ao tema do “Diálogo e amizade social”. “O diálogo social autêntico pressupõe a capacidade de respeitar o ponto de vista do outro, aceitando a possibilidade de conter certas convicções ou interesses legítimos” (FT 203)”. Na intenção de julho, Francisco reforça essa ideia.

Acesse
.: Encíclica Fratelli tutti

O diretor internacional da Rede Mundial de Oração do Papa, padre Frédéric Fornos, sj, observa que esta intenção do Santo Padre demonstra a sua vontade em “fazer renascer, entre todos, um anseio mundial de fraternidade”. Recorda-se, assim, que o diálogo autêntico deve ser a primeira opção para resolver os conflitos sociais, econômicos e políticos.

“Peçamos a Jesus Cristo que nos ajude neste caminho, Ele é o caminho para uma verdadeira amizade social”, conclui padre Fornos.

O Vídeo do Papa

As intenções de oração mensais do Papa são confiadas à Rede Mundial de Oração. Desde 2016, somou-a esse esforço a iniciativa “O Vídeo do Papa”, em que o próprio Francisco aparece comentando sua intenção de oração.

Inicialmente, o vídeo era disponibilizado em nove línguas oficiais: espanhol, inglês, francês, alemão, holandês, árabe, e chinês tradicional. Com o passar do tempo, o projeto cresceu e foram acrescentadas outras línguas, como o vietnamita, o chinês simplificado, o polonês, o suaíle, o russo e o catalão. Este ano, fazem parte do grupo mais dois idiomas: o filipino e a língua Maya-Q’eqchi.

Fonte: CN

Compartilhe com seus amigos: