Na festa de Nossa Senhora Auxiliadora, Papa divulga mensagem no twitter

Publicado em: 24 maio 2021

Nesta segunda-feira, 24, Francisco exortou fiéis a pedirem a intercessão de Maria

Da redação

Nossa Senhora Auxiliadora /Foto: Canção Nova

A Igreja celebra nesta segunda-feira, 24, Nossa Senhora Auxiliadora. Por ocasião da data, o Papa Francisco deixou uma mensagem em sua conta no twitter:

“Hoje, confiemo-nos à intercessão maternal de Maria Santíssima, a fim de que o Espírito Santo desça abundantemente sobre a Igreja do nosso tempo, encha os corações de todos os fiéis e faça arder neles o fogo do seu amor. #MãedaIgreja”.

Dia de oração pela China

Desde 2007, a Igreja vive também no dia 24 de maio o dia de oração pela Igreja na China. A proposta foi anunciada, na época, pelo agora Papa Emérito Bento XVI.

O Santo Padre escolheu essa data por ser a dia litúrgica de Nossa Senhora Auxiliadora dos Cristãos, que é muito venerada no Santuário Mariano em Xangai, na China.

Bento XVI exortou os chineses a neste dia renovarem sua comunhão de fé com Cristo e a fidelidade ao Papa.

Papa Francisco

O Papa Francisco costuma recordar a China neste dia 24 de maio. Em 2019, o Santo Padre afirmou após Audiência Geral no Vaticano:

“Nesta feliz ocasião, expresso minha proximidade a todos os católicos na China, que, entre tantas dificuldades e provações, continuam a esperar e amar. Que a nossa Mãe do Céu os ajude a ser testemunhas da caridade e da fraternidade, mantendo-os sempre unidos na comunhão da Igreja universal”.

Devoção a Nossa Senhora Auxiliadora

Esta invocação mariana encontra suas raízes em 1571. Na época, Selim I, imperador dos turcos, após conquistar várias ilhas do Mediterrâneo, lançou seu olhar de cobiça sobre toda a Europa.

O Papa Pio V, diante da inércia das nações cristãs, resolveu organizar uma poderosa esquadra para salvar os cristãos da escravidão muçulmana. Para tanto, invocou o auxílio da Virgem Maria para este combate católico.

A vitória aconteceu no dia 7 de outubro de 1571. Afastada a perseguição maometana, o Santo Padre demonstrou sua gratidão à Virgem acrescentando nas ladainhas loretanas a invocação: Auxiliadora dos Cristãos.

Instituição da festa de Nossa Senhora Auxiliadora

A festa de Nossa Senhora Auxiliadora só foi instituída em 1816, pelo Papa Pio VII. O objetivo era perpetuar mais um fato que atesta a intercessão da Santa Mãe de Deus.

Napoleão I, empenhado em dominar os estados pontifícios, foi excomungado pelo Pontífice. Em resposta, o imperador francês sequestrou o Papa, levando-o para a França.

Movido por ardente fé na vitória, o Santo Padre recorreu à intercessão de Maria Santíssima. Prometeu coroar solenemente a imagem de Nossa Senhora de Savona logo que fosse liberto.

O Papa ficou cativo por cinco anos, sofrendo toda espécie de humilhações. Uma vez fracassado, Napoleão cedeu à opinião pública e libertou o Pontífice.

O Santo Padre voltou a Savona para cumprir sua promessa. No dia 24 de maio de 1814, Pio VII entrou solenemente em Roma, recuperando seu poder pastoral.

Para marcar seu agradecimento à Santa Mãe de Deus, o Papa Pio VII criou a festa de Nossa Senhora Auxiliadora. Ela foi fixada no dia da entrada triunfal do Pontífice em Roma.

Fonte: CN

Compartilhe com seus amigos: