Morre o bispo Dom Geraldo Verdier, da Diocese de Guajará-Mirim, em Rondônia

Publicado em: 24 outubro 2017
Bernadete Seixas

O bispo emérito de Guajará-Mirim, Dom Geraldo Verdier morreu na madrugada de domingo, 22, na UTI do Hospital da Unimed, em Porto Velho. Ele tinha 80 anos e sofreu um AVC na última terça-feira e desde então estava hospitalizado.

Geraldo João Paulo Roger Verdier nasceu em Alban, na França em 1937 e atuava em Guajará-Mirim desde 1963. No final de 2011 ele renunciou ao cargo por razões de saúde, sendo nomeado emérito.

No domingo houve missa de corpo presente na Catedral Metropolitana Sagrado Coração de Jesus. Na parte da noite o corpo foi levado à Nova Mamoré e na noite de segunda para a Pérola da Mamoré, onde foi enterrado.

A Diocese de Guajará-Mirim é a Diocese Irmã da Diocese de Luz. A Cúria diocesana de Luz também ressalta e deixa suas condolências ao povo de Guajará. Durante suas intenções serão colocadas à  Deus que tenham sabedoria para seguir a diante.

História no município

O francês Geraldo João Paulo Roger Verdier recebeu a ordenação presbiteral em 1963 e era considerado líder, além de ser uma grande figura da Igreja Católica e referência dos fiéis no município onde morou por mais de 30 anos, fazendo relevantes obras sociais e exercendo a sua fé em prol dos pobres.

Às 10h, de segunda, o corpo saiu da Paróquia em uma viatura do Corpo de Bombeiros e mais uma vez seguiu em cortejo com centenas de fieis até a Catedral de Nossa Senhora dos Seringueiros, no Centro da cidade. Quando o corpo chegou na Catedral, fiéis choravam lamentando a morte do bispo emérito e aplaudiam enquanto o caixão era carregado para dentro da igreja.

O bispo foi diretamente responsável pela criação de vários bairros da cidade ao doar dezenas de terrenos para as famílias carentes, ganhando assim o reconhecimento e carinho dos fiéis.

Uma das obras sociais mais relevantes foi o acompanhamento do Centro Despertar da Criança e do Adolescente, que é uma instituição criada pela Diocese de Guajará-Mirim com objetivo de oferecer cursos profissionalizantes e semi-profissionalizantes gratuitos para as crianças, adolescentes e jovens do município.

Devido ao seu estado de saúde, Dom Geraldo pediu afastamento do cargo de bispo diocesano em 2011 e tornou-se bispo emérito. A Diocese foi assumida por Dom Benedito Araújo desde então.

O bispo Dom Benedito falou sobre a importância das obras e fé de Dom Geraldo e lamentou a morte dele. “Foi um grande homem, um grande servo de Deus. Era chamado de pai dos pobres justamente por tudo que fez em prol dos outros, dos menos favorecidos. Suas ações e obras ficarão para sempre em nossas memórias e jamais deixarão de ser repassadas, pois o legado de amor e fé vai continuar. Infelizmente ele partiu, mas agora está em um bom lugar”, declarou o bispo.

Homenagens dos fiéis

Centenas de fiéis se reuniram em frente da Fundação Universidade Federal de Rondônia (Unir) para esperar a chegada do corpo de Dom Geraldo, que vinha de Nova Mamoré. O veículo que trazia o caixão chegou por volta de 8h e passou a ser seguido em cortejo até a Paróquia de Nossa Senhora Aparecida, no Bairro 10 de Abril, onde houve uma missa de corpo presente com homenagens.

Enquanto o cortejo seguia os moradores saiam de suas casas e aplaudiam em sinal de respeito e reconhecimento às obras do bispo. Às 10h o corpo saiu da Paróquia em uma viatura do Corpo de Bombeiros e mais uma vez seguiu em cortejo com centenas de fieis até a Catedral de Nossa Senhora dos Seringueiros, no Centro da cidade.

Quando o corpo chegou na Catedral, fiéis choravam lamentando a morte do bispo emérito e aplaudiam enquanto o caixão era carregado para dentro da igreja.

A vendedora Conceição Brito foi uma das que acompanhou todo o cortejo e o velório. Segundo ela, as lágrimas derramadas são de lamentação pela partida de um líder e referência de amor e fé na obra cristã.

“Choro, choro porque perdemos uma pessoa muito especial. Era educado, amável e gentil com todos, um verdadeiro cristão. Estamos tristes, mas a vida é assim, vamos encontrar forças e superar essa perda irreparável”, disse a fiel bastante emocionada.

Compartilhe com seus amigos: