Missa do Crisma reúne clero e Diocese homenageia os padres jubilanos

Publicado em: 28 março 2018
Bernadete Seixas

Todos os anos uma semana antes da Semana Santa, as Dioceses se reúnem em suas catedrais para a celebração Missa do Crisma. Durante a celebração, se abençoa o óleo dos catecúmenos e dos enfermos e se consagra o Santo Crisma, daí, a celebração ser também chamada ‘Missa dos Santos Óleos’. Depois da missa, os padres voltam para suas comunidades levam a porção dos óleos para que possa ocorrer a prática dos sacramentos dos seus fiéis.

Na Diocese de Luz a Missa do Crisma foi realizada no dia 23 de março, e todo o clero, o bispo Dom Aristeu e também com a presença do bispo emérito de Taubaté, Dom Antônio Miranda e o bispo emérito de Duque de Caxias e residente em São Roque de Minas, Dom Mauro Morelli.

Durante a Missa, o clero renovou as promessas sacerdotais pronunciadas no dia da ordenação, sendo também chamada de ‘Missa da Unidade’, expressando a comunhão diocesana em torno do Mistério Pascal de Cristo, constituindo um momento forte de comunhão eclesial, de participação intensa das comunidades e de valorização dos sacramentos da vida da Igreja.

Houve ainda uma homenagem da Diocese a alguns padres jubilanos do tempo de ordenação. Foram eles: padre Célio Sílvio Vieira da Silva (25 anos de caminhada sacerdotal); padre Ivanildo Rodrigues Miranda (25 anos de caminhada sacerdotal); padre Gilson Ribeiro da Silva (25 anos de caminhada sacerdotal). O padre Luciano Gontijo Pires recebeu a placa de homenagem pelos seus 40 anos de ordenação presbiteral e padre Jaime Lopes Cançado, SDN, pelos 60 anos de caminhada sacerdotal.

Fotos

Os Óleos

Óleo dos Catecúmenos –Concede a força do Espírito Santo aqueles que serão batizados para que possam ser lutadores de Deus, ao lado de Cristo, contra o Espírito do mal.

Óleo dos Enfermos – É um sinal utilizado pelo sacramento da Unção dos Enfermos, que traz o conforto e a força do Espírito Santo para o doente no momento de seu sofrimento. O doente é ungido na fronte e na palma das mãos.

Santo Crisma – É um óleo utilizado nas unções consacratórias dos seguintes sacramentos: depois da imersão nas águas do batismo, o batizado é ungido na fronte; na Confirmação é o símbolo principal da consagração, também na fronte; depois da Ordenação Episcopal, sobre a cabeça do novo bispo; depois da ordenação sacerdotal, na palma das mãos do néo-sacerdote.

Compartilhe com seus amigos: