Foranias e paróquias da Diocese de Luz encerram o Ano da Misericórdia

Publicado em: 22 novembro 2016
Bernadete Seixas
Foranias e paróquias da Diocese de Luz encerram o Ano da Misericórdia
O Ano Santo da Misericórdia foi encerrado no último dia 20 de novembro no Vaticano. 
Nesse período todos os cristãos receberam o convite para viver o perdão e a compaixão ao próximo, de agora em diante o compromisso é ser missionário da misericórdia e ir ao encontro dos mais necessitados, dando continuidade à vivência das obras de misericórdia.
Na Diocese de Luz, por meio de suas seis Foranias (Abaeté, Arcos, Bambui, Formiga, Lagoa da Prata e Piumhi), todas promoveram a solenidade de encerramento do Ano da Misericórdia que teve início em 08 de dezembro de 2015, na Solenidade da Imaculada Conceição. 
Durante todo este tempo as Foranias realizaram diversas ações para marcar o Ano da Misericórdia.
O que foi o Ano Santo?
O Papa Francisco anunciou o Jubileu do Ano Santo da Misericórdia por meio da Bula de Proclamação Misericordiae Vultus (O Rosto da Misericórdia). O Jubileu iniciou em 08 de dezembro de 2015 e se concluiu no dia 20 de novembro de 2016, com a Solenidade de Jesus Cristo Rei do Universo.
A celebração do Jubileu se originou no judaísmo. Consistia em uma comemoração de um ano sabático que tinha um significado especial. A festa se realizava a cada 50 anos. Durante o ano os escravos eram libertados, restituíam-se as propriedades às pessoas que as haviam perdido, perdoavam-se as dívidas, as terras deviam permanecer sem cultivar e se descansava. Era um ano de reconciliação geral. 
 
 
 
Compartilhe com seus amigos: