CRB promove, pela primeira vez, Semana Nacional da Vida Consagrada

Publicado em: 18 agosto 2020
Pascom

Temas diversos serão discutidos por meio de lives, a fim de respeitar o distanciamento por conta da pandemia

Da redação, com CNBB

Pela primeira vez, dentro do Mês Vocacional, a Conferência dos Religiosos do Brasil (CRB) realiza, desde domingo, 16, uma semana dedicada à vida religiosa, a Semana Nacional da Vida Consagrada, com o tema “Amados e Chamados por Deus”.

Segundo a presidente da CRB, irmã Maria Inês, a iniciativa foi pensada não somente para celebrar, no terceiro domingo de agosto, o dia do(a) religioso(a), como também destinar toda a terceira semana para celebração, formação e divulgação da vocação à vida consagrada.

A Semana da Vida Consagrada vai até o dia 22 de agosto. Em seu decorrer, a CRB preparou quatro momentos que serão realizados em nível nacional, “isto porque também as 20 seções regionais farão cada uma a sua programação”, explica irmã Maria Inês.

O primeiro momento foi a abertura neste domingo, 16, às 15h, que foi celebrada na Catedral Metropolitana de Brasília. Houve a participação de um número restrito de religiosos por causa do tempo de pandemia vivido. Por conta disso, a missa também foi transmitida nas redes sociais da CRB (via Facebook e Youtube).

Já nesta segunda-feira, 17, às 16h, haverá a live com o tema “A relevância da vida consagrada nos tempos atuais”. Para este momento, participarão o cardeal prefeito da Congregação para os Institutos de Vida Consagrada e as Sociedades de Vida Apostólica, dom João Braz de Aviz; o bispo referencial para a vocação cristã, dom João Inácio Muller e a presidente da CRB, irmã Maria Inês Ribeiro.

Na quarta-feira, 19, das 20h às 21h30, será preparada uma análise de conjuntura com o tema “Diálogos Formativos: o Chamado de Deus diante das Circunstâncias atuais”, que contará com a assessoria do Moisés Sbardelotto, doutor em Comunicação.

E, por fim, na sexta-feira, 21, das 20h às 21h30, haverá mais um momento de formação com o frei Vanildo Luís Zugno, com o tema “Diálogos Formativos: Os Conselhos Evangélicos à luz do Sínodo da Amazônia”.

Fonte: CN

Compartilhe com seus amigos: