Coordenadores Ênio e Cida da Pastoral Familiar escrevem carta de agradecimento

Publicado em: 27 maio 2019
Bernadete Seixas

Os coordenadores estiveram à frente da Pastoral Familiar durante 13 anos. A pastoral terá como coordenadores o casal Anísio Gonçalves e Sônia Gonçalves

“Em família defendemos a vida”.

Trabalhar em pastorais da Igreja é assumir com alegria a missão de servir.

“Amar e servir com alegria”, esse deve ser o sentimento de todas as pessoas que aceitam contribuir com seus dons para as mais diversas pastorais da Igreja católica que buscam através de suas ações, atenderem determinadas situações em uma realidade específica, tendo como foco principal difundir os ensinamentos deixados por Jesus nos evangelhos. ”

“O sentimento de pertença a uma Igreja fundada por Jesus Cristo e continuada pelos apóstolos, é o sentimento de estar realizando o que o mestre nos ensinou. Como membros desse corpo, que é Igreja, que tem Cristo como cabeça, os leigos assumem com alegria as pastorais, de acordo com os seus dons e com as necessidades da comunidade”.

A maior motivação que o trabalho pastoral busca oferecer para as pessoas que estão envolvidas “é sentir que Deus quer precisar de cada um dos seus filhos para que o seu Plano de Amor e Justiça aconteça no meio da nossa sociedade. Sendo assim, podemos ser canais das bênçãos de Deus para as pessoas, principalmente para aqueles que mais precisam.

O Papa Francisco, em sua primeira Exortação Apostólica, refere-se às pastorais dizendo que é enorme a contribuição da Igreja no mundo atual e completa: “Agradeço o belo exemplo que me dão tantos cristãos que oferecem a sua vida e o seu tempo com alegria. Este testemunho faz-me muito bem e me apoia na minha aspiração pessoal de superar o egoísmo para uma dedicação maior”.

Durante 13 anos estivemos na coordenação da Pastoral Familiar, queremos agradecer a Deus por ter colocado pessoas em nossas vidas, que agem como anjos, mostrando o caminho que devemos percorrer, vocês estiveram sempre ali caminhando conosco.

Essa coordenação foi muito importante para nós, crescermos como pessoa e espiritualmente, fortaleceu ainda mais a nossa fé. No livro do Eclesiástico, capítulo 6, versículos 14 ao 16, afirma que: “Amigo fiel é proteção poderosa, e quem o encontrar, terá encontrado um tesouro”. Amigo fiel não tem preço e o seu valor é incalculável. “Amigo fiel é remédio que cura, e os que temem ao Senhor o encontrarão.

Queridos agentes missionários da Pastoral Familiar, nós recebemos durante esses treze anos um valioso tesouro, ter vocês como amigos. E podemos afirmar com toda certeza: se hoje formamos uma grande equipe na Pastoral Familiar é porque sempre caminhamos juntos. Nossa gratidão ao nosso bispo diocesano Dom José Aristeu, aos assessores que acompanharam a Pastoral Familiar e o clero da Diocese de Luz. Levaremos cada um de vocês em nossos corações.

Desejamos ao casal Anísio Gonçalves e Sônia Gonçalves muitas benções e a luz do Espirito Santo nesta nova missão. Contem com nossas orações e nossa ajuda sempre que precisarem.

Ênio José Cardoso e Maria Aparecida Resende Cardoso

Bom Despacho 19/05/2019

Compartilhe com seus amigos: