Coordenação Diocesana da Catequese lança novo projeto em tempos de pandemia: Gotas de espiritualidade

Publicado em: 29 março 2021
Bernadete Seixas

Recentemente, a Comissão Diocesana de Catequese realizou um encontro virtual, onde partilharam as vivências e os desafios Catequéticos durante este tempo de pandemia. Foi apresentado pelo assessor diocesano de catequese padre Denison Costa o projeto (Gotas de espiritualidade) que será encaminhado pelos coordenadores das foranias. Os catequistas encaminharam aos catequizandos e famílias, incentivando a realização do momento em família.

O projeto tem como objetivo, favorecer a catequese familiar, recordando a missão dos pais como primeiros catequistas de seus filhos nesses tempos tão desafiadores. Com a pandemia, houve uma necessidade de despertar a criatividade, por isso vamos contar com essa criatividade presente nos quatro cantos de nossa diocese, para incentivar o vínculo da catequese com a família do catequizando, explicou o membro da coordenação diocesana da Catequese, Luiz Henrique Coutinho.

Conforme Luiz, a proposta é que quinzenalmente, uma forania contribui com uma gota de espiritualidade, que pode ser na forma de: música, vídeo, roteiro de encontro catequético, jogral, oração, historinha, testemunho da vida dos santos (da ênfase aos padroeiros paroquiais), indicação de filmes educativos/catequéticos, etc. As gotas de espiritualidade serão postadas toda 1ª (primeira) e 3ª (terceira) segunda-feira de cada mês. Vamos enviar no grupo da catequese diocesana, os assessores forâneos vão repassar aos coordenadores paroquiais, os coordenadores paroquiais vão repassar aos catequistas e os catequistas, vão repassar ao maior números de pais e catequizandos que for possível.

É importante lembrar que haja uma interação entre a família do catequizando e o catequista, a fim de conhecer como tem sido a acolhida por parte dos pais e familiares para com este projeto, e assim, estabelecer um vínculo, neste tempo em que somos chamados a um distanciamento social, tendo em vista a pandemia, finalizou o coordenador.

Compartilhe com seus amigos: