Caritas Diocesana de Luz

Presidente: Pe. Geraldo Agostinho Teixeira – (Paróquia São Sebastião – Estrela do Indaiá/MG)

Rua Capitão Dú, 49  – Centro – Caixa Postal | 35.595-000 – Luz/MG

Tel.: (37) 3421-9001 – Cel.: (37) 9 9845-2873 – (WhatsApp) | E-mail: caritasluz@diocesedeluz.org.br

CONSELHO DIRETOR – 2021/2023

Presidente – Pe. Geraldo Agostinho Teixeira – (Paróquia São Sebastião – Estrela do Indaiá/MG);
Vice-Presidente – Pe. Marcelo Adriano Ribeiro – (Paróquia Nossa Senhora do Patrocínio – Abaeté/MG);
1° Tesoureiro – José Jamir Chaves – (Formiga);
2° Tesoureiro – Maurílio Geraldo de Souza Leão – (Formiga);
1° Secretária – Ângela das Graças Teixeira – (Luz);
2° Secretária – Calineria Gonçalves Souto e Silva – (Lagoa da Prata);

CONSELHO FISCAL 

Titulares

Antônio Fernando Bolina Batista – (Samonte);
Edna Aparecida Acácio Ferreira – (Arcos);
Carlos Roberto Valério –(Piumhi);

Suplentes

Adaniel Soares Ferreira – (Biquinhas);
Eliana Janice Vasconcelos Batista – (Samonte).

CARITAS BRASILEIRA 

A Caritas foi criada em 1956 pela Conferência Nacional dos Bispos do Brasil (CNBB). No início, foi incumbida de articular todas as obras sociais católicas e assumir a distribuição do Programa de Alimentos para a Paz subsidiado pelo governo estadunidense como um dos eixos de uma ação maior chamada “Programa Aliança para o Progresso”, implementada após a Segunda Guerra Mundial.

Em 1966, a quantidade de donativos para a Aliança para o Progresso começou a diminuir e, em 1974, o programa foi extinto e, junto com ele, alguns regionais e muitas Caritas Diocesanas encerraram suas atividades. Entretanto, muitas equipes que já vinham trabalhando para se adequar aos novos tempos foram encontrando um novo caminho em torno das ideias da educação de base e da promoção humana no lugar do assistencialismo. Assim, deu-se um processo de renascimento da Caritas Brasileira, apoiado nas orientações sociais do Concílio Vaticano II e da Conferência de Medellín.

Nos anos 1980, os(as) agentes Caritas começaram a respirar o ambiente da educação popular, das Comunidades Eclesiais de Base (CEB’s) e dos Organismos e Pastorais Sociais (CIMI, CPT, CPO). Isso possibilitou a renovação de sua metodologia de ação. A nova estratégia exigia um estudo da realidade para melhor compreendê-la.

Foi nos anos 1990 que a Caritas Brasileira projetou iniciativas inovadoras como a dos Projetos Alternativos Comunitários e, com equipes estáveis (nacional, regionais e muitas dioceses), ela assumiu uma liderança ativa no conjunto das pastorais sociais.

Embora tenha sido construída por voluntários e voluntárias, a Caritas conta com um quadro fixo de pessoas que, diante do crescimento, passou a assumir o planejamento, monitoramento, avaliação e sistematização (PMAS) e a busca pela gestão, comunicação, sustentabilidade institucional e formação dos agentes. Assim foram sendo criadas as Comissões, Grupos Gestores, Grupos de Trabalho, Conselhos, Fóruns e Coordenações Colegiadas.

CARITAS DIOCESANA DE LUZ 

A Caritas Diocesana de Luz – CaritasLuz foi criada em 17 de dezembro de 2016.

Pe. Antônio Campos Pereira foi o primeiro presidente, por dois mandatos.

A primeira diretoria e estatuto foram criados em dezembro de 2016. Os primeiros trabalhos do grupo, no decorrer de 2017, se concentraram na organização de algumas reformas estatutárias e na criação da própria identidade da Caritas Luz, em comunhão com a Caritas Regional e a Caritas Brasileira.

Após levantamento de um diagnóstico sobre as questões sociais da Diocese de Luz, os anos 2018 e 2019 foram marcados pela formação do voluntariado. Foram realizados quatro encontros, em menor número, em algumas foranias e dois encontros maiores, em nível diocesano. Com o início da pandemia, o processo formativo paralisou, mas os projetos da entidade continuaram em andamento, buscando parcerias com autarquias e organismos nacionais e internacionais de assistência social. “Dentre as parcerias e os pedidos que fizemos, dois projetos tiveram bastante êxito: os 20 mil euros doados pela Adveniat, que resultou na doação de 900 cestas básicas de alimentos e o gesto concreto da Caritas Regional, que resultou na doação de 150 cestas para famílias formiguenses, em parceria com o Banco de Alimentos de Formiga” explica padre Antônio.

Para o padre Antônio Campos, a criação da Caritas é o monumento vivo da celebração dos 100 anos da Diocese de Luz. “A vida e a missão continuam, graças a Deus. Quanto mais organizarmos a prática do amor, mais estaremos nos espelhando na doutrina social da Igreja. Acredito, assim como nosso bispo Dom Aristeu, que o braço de toda a ação social da Igreja está dentro da Caritas. Por isso, espero que a nova equipe diretora continue investindo na formação do voluntariado, envolvendo todas as pastorais e serviços sociais da Diocese, pois a messe é grande e os operários são poucos” encerra o ex-presidente da Caritas padre Tonhão.

Caritas. Solidariedade que transforma!

Compartilhe com seus amigos: