Cametá acolhe com festa os restos mortais de Dom José Chaves Júnior

Publicado em: 27 agosto 2019
Bernadete Seixas

Na quarta-feira, 21 de agosto, chegou no Aeroporto Internacional Júlio Cézar Ribeiro, no município de Belém, no estado do Pará, a urna com os restos mortais do bispo Dom José Chaves Júnior, que estava enterrado na sua cidade natal, Bambuí, Minas Gerais.

Antes de ir para Cametá houveram celebrações no Seminário Maior Bom Pastor e na Capela das Irmãs Filhas da Caridade (Instituto Catarina Labouré) em Belém/PA.

Em Cametá, a urna foi acolhida pelo bispo diocesano de Cametá, Dom José Altevir, o vigário geral, padre Raimundo Nonato, personalidades religiosas (coirmãos e coirmãs vicentinos) e seminaristas que receberam solenemente as relíquias do grande missionário, conhecido na história como o bispo dos pobres.

Neste ano, a Diocese de Cametá completa seu Cinquentenário, e os retos mortais do segundo bispo desta Igreja – Dom Chaves veio para marcar as comemorações que encerrou no domingo, 25 de agosto.

O período de governo episcopal de Dom José foi de 1980 a 1999, ou seja quase 20 anos de serviço e amor a Igreja tocantina, da qual amou tanto que agora será depositado na Catedral de São João Batista.

Depois de enterrado na Catedral de São João Batista, o povo poderá visitar e fazer suas preces e venerações ao bispo vicentino que cuidou tão bem daquela Igreja Local.

Despedida em MG

No dia 16 de agosto, em Bambuí, houve a exumação dos restos mortais de Dom José Elias Chaves Júnior.

No domingo,18, na Igreja da Medalha Milagrosa, houve a celebração da Santa Missa, presidida pelo bispo Dom José Aristeu, e concelebrada pelo pároco da Paróquia Nossa Senhora das Graças, padre Antônio Carlos Ferreira Couto; pelo pároco da Paróquia Sagrado Coração de Jesus, padre Samuel Henrique Borges e pelos padres da Província Brasileira da Congregação da Missão, padre Elias Chaves dos Santos, CM; padre Francisco e padre Paulo.

Na segunda-feira, 19, os restos mortais do bispo permaneceu  no Santuário de Nossa Senhora das Graças, para visitação e despedida de Dom Chaves.

 

Dom José Elias Chaves Júnior

Dom José foi mineiro, cidade de Bambuí, sacerdote lazarista da Congregação da Missão.

Foi nomeado 2ºBispo Prelado de Cametá pelo Papa São João Paulo II, seguindo no governo pastoral até o ano de 1999.

Renunciou ao múnus episcopal por problemas de saúde, mas vivendo na área da então prelazia servindo de missionária na Paróquia São José de Tucuruí com seus coirmãos lazaristas.

Passando o báculo (governo) ao sucessor Dom Jesus Maria, faleceu em 2006 na sua cidade natal. Após 13 anos o bispo dos pobres volta a sua amada terra tocantina para repousar em definitivo.

Informações por: Fabrício Santos Paixão – Coordenador Diocesano da PASCOM de Cametá/PA

 

Compartilhe com seus amigos: