Advento e Natal

Publicado em: 25 novembro 2020

Dom Aloísio Alberto Dilli
Bispo de Santa Cruz do Sul (RS)

ADVENTO E NATAL – TEMPO DE ESPERANÇA E DE ORAÇÃO

Caros diocesanos. Vivemos em 2020 um ano muito diferente dos outros, em que uma pandemia nos deixou apreensivos, inseguros, com medo e até ameaçados pela morte. A saúde do planeta sentiu-se fragilizada diante de um vírus de tamanho invisível. Até nos acostumamos a ouvir frases de impacto, como essa: “O planeta está doente”. O coronavírus Covid 19 colocou em crise desesperadora o poder, o mercado e seus endeusados objetivos de consumo e de bem-estar. Perto de nós, certamente também nos damos conta das graves consequências sociais, políticas, econômicas e não deixaram de aparecer sinais de crise existencial que questionaram o próprio sentido da vida, apontando para sinais preocupantes de desesperança. Outros perderam a capacidade do diálogo, se tornaram intolerantes ou viveram agressivos e em solidão. Não perceberam a presença de Deus em meio ao sofrimento e à difícil situação de saúde que se havia criado; ou somente viram um Deus castigador ou até ausente ou indiferente. Situações como estas se parecem como um Natal, apenas com um Papai Noel na manjedoura, figura fictícia e mítica de um natal pagão e que não consegue dar sentido à nossa vida, sobretudo em momentos de dificuldade.

Mas o tempo da pandemia também nos revelou que é hora de voltar os olhos para o essencial da nossa vida: sua origem, seu sentido, seus valores, seu destino. Como cristãos, experimentamos durante a quarentena o quanto dependemos da graça divina e da solidariedade dos outros. Talvez nunca sentimos tanta necessidade de celebrar a presença de Deus na Páscoa de nossa vida, como neste ano, para unir nossos medos e sofrimentos à cruz do Senhor, e de inspirar-nos na ressurreição de Jesus Cristo a fim de podermos viver a esperança na saúde e na vida nova, e mesmo na vida eterna. Sentimos necessidade de lembrar que Jesus Cristo vive e que nos quer vivos e que Ele está conosco, também nas horas difíceis, em que a cruz do sofrimento se apresenta.

Em 2020 desejamos celebrar um Natal com a presença do Emanuel – Deus conosco! Com ou sem pandemia, será Ele nossa alegria, nossa esperança e nossa luz. Não percamos esta oportunidade! Faz tão bem cantarmos neste tempo de pandemia: “Vem, Senhor Jesus, o mundo precisa de Ti”!

Estamos no advento, tempo de preparação para o santo Natal. Um Natal sem a presença de Jesus é vazio e será mais uma festa, como tantas outras. O verdadeiro Natal consiste em acolher Jesus como nosso salvador, na saúde e na doença, na alegria e na tristeza. Com Ele poderemos dar novo sentido a todas as situações de nossa vida, até mesmo à pandemia do Covid-19. Jesus Cristo vem apagar a escuridão do nosso pecado e acender nova luz para devolver-nos o horizonte da esperança e a alegria de viver e conviver. Ele vem ao nosso encontro para que nós possamos ir a Ele e receber seu perdão, iniciando vida nova e melhor.

O Advento é tempo de renovar a esperança e tempo propício de oração. Por isso rezemos com a Igreja: “Ó Deus, Pai de misericórdia, a encarnação de vosso Filho mereceu-nos novo sentido para a vida. Nele fomos recriados com dignidade sem par, que nos tornou filhos e herdeiros, vocacionados a participar de vossa vida divina. Concedei-nos a graça de irmos vigilantes ao encontro de seu nascimento, com as lâmpadas acesas, sobretudo neste temido tempo da pandemia. Por nosso Senhor Jesus Cristo, vosso Filho, na unidade do Espírito Santo. Amém”!

 

Compartilhe com seus amigos: