Paróquia bicentenária institui Brasão e celebra aniversário

Publicado em: 30 agosto 2021
Halph Carvalho

No dia 26 de agosto, a Paróquia Nossa Senhora do Livramento, de Piumhi, comemorou 267 anos de criação. Por ocasião das festividades de aniversário, a Paróquia mais antiga da Diocese de Luz criou e instituiu seu Brasão.

No dia festivo, os fiéis participaram de celebrações na Matriz Nossa Senhora do Livramento e na Igreja Sagrado Coração e São Peregrino.

A arte heráldica do Brasão da Paróquia Nossa Senhora do Livramento é uma criação de Camilo Alves Luíz e padre Patriky Samuel Batista. Confira a descrição e a simbologia dos elementos presentes no Brasão.

Sob o brilho da Cruz do Senhor encontra-se o cálice e a hóstia, sinal da presença real do Senhor no Santíssimo Sacramento. Uma das marcas da vida paroquial: memória dos adoradores noturnos, símbolo da piedade e do zelo dos paroquianos pela Santa Eucarística. É Ele, o próprio Jesus, o centro da vida e da missão da comunidade paroquial. Realidade que brota da Palavra de Deus, simbolizada aqui pelas letras gregas, Alfa e Ómega, princípio e fim de todas as coisas. O azul do céu e das águas que fecundam as terras Piumhienses, dedicado a Virgem Maria, Nossa Senhora do Livramento, acolhe todos os elementos, ao mesmo tempo em que convida a percorrer as estradas da vida rumo ao céu. O monograma de Maria, coroado, ao centro, evoca o orago da Paróquia. Ele está ladeado por dois ramos de café que evoca as características agrícolas da região, além de inspirar uma autêntica vida cristã chamada a produzir frutos, cem por um (Mt.13,23). São doze os frutos que brotam dos ramos, fazendo alusão à comunidade cristã, novo Povo de Deus, chamada a produzir frutos de amor e justiça. Abraçando o Brasão temos o nome da Paróquia: perpétua lembrança do anúncio da Palavra de Deus no coração do Centro Oeste de Minas Gerais.

Compartilhe com seus amigos: