O Ano da Graça 2014

Identificando e atuando neste novo cenário, houve uma mudança de rota em nosso projeto de evangelização. Por isso, em 2014, vivemos o “Ano da graça” que tinha como objetivo ajudar nossas lideranças e comunidades a crescerem na convivência fraterna, redescobrir a história de nossas comunidades e paróquias; favorecer uma vivência mais intensa da espiritualidade cristã; lançar um olhar atento e disponível para a vida paroquial. Tudo isso na certeza de que era preciso superar o ativismo pastoral e revitalizar a partilha, criando espaços para uma vivência mais fraterna em nossa vida e apostolado.

Era preciso enfrentar algumas situações que nos desafiava: a mudança de mentalidade a fim de repensar a forma de encaminhar as propostas vindas da Diocese, bem como acolher e respeitar a realidade das paróquias “pequenas”, além de buscar caminhos que integrassem os trabalhos dos movimentos e serviços na dinâmica da vida em comunidades. Era preciso um novo despertar, reencantar-se com a espiritualidade da oferta da própria vida à missão, reconhecer e “potencializar” a vida e o ministério dos presbíteros.

Ainda na aurora do ano da graça vivemos um tempo de vacância com a transferência de Dom Félix para a Diocese de Governador Valadares. De 21 de maio de 2014 a 14 de junho de 2015 a Diocese foi conduzida pelo colégio dos consultores, sob a orientação de nosso administrador diocesano, Pe. Antônio Campos Pereira. Vivemos a expectativa da chegada do novo bispo sob o lema: “Juntos como irmãos”.

Neste tempo nos propomos a viver este período de vacância em três horizontes: como lideranças, sermos “discípulos convertidos pela Palavra de Deus, conscientes da urgência de viver em estado permanente de missão superando a acomodação e o desânimo (Doc. 100 – N.8 – CNBB); como presbitério, construir e fortalecer os laços de fraternidade, a partir da mística do cuidado na perspectiva de At 20, 25-28; e nos prepararmos como Povo de Deus, na oração e no cuidado da casa comum, para a chegada do novo Bispo Diocesano. E foi assim que em 14 de junho de 2015 recebemos nosso 5º bispo diocesano, Dom José Aristeu Vieira.

Compartilhe com seus amigos: