12ª Romaria Nacional do Terço dos Homens reuniu 85 mil pessoas em Aparecida (SP)

Publicado em: 19 fevereiro 2020
Bernadete Seixas

Nos dias 14, 15 e 16 de fevereiro, milhares de homens do Terço se reuniram no Santuário de Aparecida para a 12ª Romaria Nacional na Casa da Mãe. Foram três dias de muita emoção, oração e gratidão. Em toda a programação, os homens expressavam a devoção e amor à Mãe de Deus, pela oportunidade de crescer e amadurecer na fé, a partir da oração do Santo Terço.

Após o sucesso de mais uma romaria, que desta vez reuniu cerca de 85 mil pessoas, o Arcebispo Metropolitano de Juiz de Fora e Bispo Referencial para o Terço dos Homens no Brasil, Dom Gil Antônio Moreira, enviou uma mensagem a todos os envolvidos. “Não fossem as chuvas de Minas, Espírito Santo, Rio e São Paulo, teriam sido ainda em maior número. Só temos que agradecer a Deus que, pelas mãos de Nossa Senhora, tem feito crescer este extraordinário movimento oracional no Brasil. Obrigado aos queridos padres e irmãos Redentoristas do Santuário, que tudo têm organizado tão bem para acolher esta multidão de fiéis a cada ano”.

O Arcebispo ainda comentou a importância da oração do Terço. “A récita do Terço tem sido, em nosso Brasil, um grande instrumento de evangelização, porquanto é uma forma eficaz de contemplar os principais mistérios da nossa fé, aprofundando um encontro pessoal e comunitário com Cristo, sempre na companhia de Maria”.

E a 13ª Romaria Nacional do TH já tem data: 19, 20 e 21 de fevereiro de 2021. Confira a homenagem que o Santuário fez aos homens presentes na Romaria do último fim de semana:

Missa de Abertura

A missa de abertura foi presidida pelo Arcebispo de Juiz de Fora (MG) e Bispo referencial para o Terço dos Homens no Brasil, Dom Gil Antônio Moreira, e concelebrada pelo Arcebispo de Aparecida, Dom Orlando Brandes, o reitor do Santuário, Padre Eduardo Catalfo, e diversos missionários redentoristas.

Padre Eduardo Catalfo acolheu os devotos e dirigiu palavras de incentivo aos homens do terço. “É uma alegria receber vocês em Aparecida. A Romaria do Terço dos Homens se tornou a maior romaria acolhida pelo Santuário. Em 2019 foram quase 80 mil romeiros. Esta romaria não é grande apenas em números e sim na fé e no testemunho de oração. Viemos rezar e dirigir a Deus a nossa prece. Aparecida é a casa da Mãe, é a casa de vocês”, afirmou o reitor.

Dom Gil levou aos homens da romaria palavras de incentivo para que continuem firmes em oração e testemunho dos benefícios do Terço para as famílias. “O Terço nos desperta para a confiança em Deus. Nunca perca a confiança em Deus! O meu coração confia em Jesus! A confiança de Maria é a confiança que aprendemos na escola dela, que é a oração do Terço”, finalizou.

Dom Gil expressou ainda sua alegria pelo convite do Frei Hans Stapel, fundador da Fazenda Esperança, em Guaratinguetá (SP), associação internacional de fiéis que atua na recuperação de dependentes químicos e vítimas do alcoolismo, para inaugurar um Grupo do Terço dos Homens. “Este foi mais um grupo do terço, Terço dos Homens da Esperança”, afirmou.

Após a Santa Missa, os homens do terço seguiram em procissão luminosa pela Passarela da Fé até a Basílica Velha, onde permaneceram em Adoração ao Santíssimo Sacramento e Vigília de Oração.

Missa Solene

Mais de 80 mil homens se reuniram na Casa da Mãe Aparecida na manhã de sábado (15) para celebrar mais um encontro dos grupos de terço dos homens, em sua 12ª Romaria ao Santuário. Pela primeira vez, a Missa Solene Campal foi realizada na Tribuna Dom Aloísio Lorscheider, às 7h30, possibilitando aos homens mais espaço e segurança para que pudessem celebrar com alegria esse grande momento de oração e ação de graças.

A celebração foi presidida pelo Arcebispo de Aparecida, Dom Orlando Brandes, e concelebrada pelo Arcebispo de Juiz de Fora (MG) e Bispo referencial para o Terço dos Homens no Brasil, Dom Gil Antônio Moreira, o reitor do Santuário de Aparecida, padre Eduardo Catalfo, e demais sacerdotes que vieram acompanhando os grupos de terço e se inscreveram para participar como concelebrantes nesta liturgia.

Durante a homilia, Dom Orlando pontuou vários exemplos dos benefícios da oração do Santo Terço e reforçou o convite aos homens, de viverem no dia a dia, a oração e a ação. “Terço dos Homens é um sinal dos tempos. O Terço dos homens é um novo rosto da igreja do Brasil. O Terço dos Homens é uma rede que se está lançando para pescarmos cada vez mais pessoas para Jesus Cristo”, refletiu dom Orlando.

Terço Solene

Um dos principais momentos da Romaria Nacional do Terço dos Homens é a Oração Solene do Santo Terço no Altar Central, às 13h45. No interior da Basílica de Aparecida, os milhares de homens do terço apresentaram as suas intenções e rezaram o mistério luminoso, aos pés da Padroeira do Brasil.

Durante a oração, foram ouvidos os testemunhos de homens que, por meio do Terço, superaram grandes desafios, encontraram a fé e fortaleceram a caminhada no amor de Deus, pela intercessão de Nossa Senhora. Além dos adultos, muitas crianças marcaram presença na Romaria e participaram da Oração Solene do Terço. A cada dezena, os pequenos acompanhavam os representantes de alguns grupos, que foram escolhidos pela coordenação da Romaria Nacional do Terço, para motivarem a oração da Ave-Maria.

Sorteio da Imagem Peregrina

Logo após a Oração do Terço e Consagração a Nossa Senhora, foi realizado o sorteio da Imagem Peregrina. O grupo contemplado foi da Paróquia Sagrado Coração de Jesus, da cidade de Jundiaí (SP), que terá a oportunidade de realizar várias ações de visitas e orações em sua Comunidade, Paróquia e Diocese durante todo o ano de 2020.

Show Canções de Amor e Fé

A noite do dia 15 de fevereiro teve um momento especial dedicado a todos os romeiros que participavam da 12ª Romaria Nacional do Terço dos Homens: foi o show “Canções de Amor e Fé”, que teve a participação de Padre Antônio Maria, Mariangela Zan, Padre Reginaldo Carreira e Adriana Arydes.

Missa de Encerramento

Na manhã de domingo (16), os homens do Terço estiveram mais uma vez reunidos ao redor do Altar Central da Casa da Mãe Aparecida, para celebrar a Missa de Encerramento da 12ª Romaria Nacional do Terço dos Homens. Juntamente com os milhares de devotos e grupos do Terço inscritos na romaria, Dom Orlando Brandes, Arcebispo de Aparecida, presidiu a Santa Missa, concelebrada por Dom Gil Antônio Moreira e Dom Pedro Carlos Cipolini, da Diocese de Santo André (SP), e demais padres e religiosos.

Na homilia, Dom Gil ressaltou a alegria em acompanhar o crescimento da romaria ao longo dos anos e falou sobre o papel de Maria na vida dos cristãos: “Queridos irmãos, queridas irmãs! Nossa Senhora nos leva sempre a Jesus. A missão dela é levar-nos a Jesus, é fazer-nos escutar a Palavra de Jesus, a ver o que Jesus no ensinou. Por isso, eu tenho convicção de que o Terço dos Homens é uma ação de intercessão que Maria faz Diante do Pai pelo Brasil”.

Ele também deu testemunho de um fato que lhe marcou nesta 12ª Romaria Nacional do Terço dos Homens, que foi o olhar de Maria para com seus filhos. “A Mãe nunca tira o olhar de seus filhos, mesmo quando está longe. Ela nunca tirou os olhos de Jesus e ela nunca tira os olhos de nós, que somos discípulos de Jesus. O olhar de Maria nos aponta o caminho certo”, disse o bispo.

Em sua reflexão sobre a Liturgia da Palavra do 6º Domingo do Tempo Comum, Dom Gil recordou as escolhas que temos de fazer diante das opções que a vida nos apresenta a todo instante. “Você vai escolher o caminho que vai seguir, mas vai ter as consequências da sua escolha. Por isso, fala a palavra de Deus, devemos escolher o caminho certo, que nos leva à salvação, à vontade de Deus”. Também refletiu sobre a sabedoria que vem de Deus, através do Espírito Santo: “Homens do Terço, procurem descobrir qual é a vontade de Deus! Você pode ser doutor, pode ser uma pessoa culta, pode ser até analfabeto, mas a sabedoria de Deus é dada para todos”, destacou.

O bispo falou ainda sobre a importância da nossa oração a Maria no Terço: “Através dela, nós conhecemos Jesus, nós chegamos a Deus, à Santíssima Trindade. O Evangelho de Jesus nos fala a respeito do comportamento humano. Não basta obedecer aos mandamentos, como os fariseus faziam, de forma fria, de forma assim formalizada, não. É preciso viver no prisma do amor. O amor aquece os mandamentos, o amor aquece o nosso coração e o nosso jeito de viver”, disse, recordando também o Evangelho, do qual destacou três pontos: o valor da vida, a fidelidade e o compromisso, tanto na vida cotidiana, quanto espiritual.

Finalizando sua mensagem, o bispo referencial da CNBB para os grupos de Terço dos Homens disse que a oração do Terço, através da contemplação de toda a vida de Jesus, nos revela que Deus preparou para nós algo maravilhoso, que “os olhos nunca viram, os ouvidos nunca ouviram e o coração nunca pressentiu”. (cf. 1Cor 2,9).

Terra da Padroeira

Após a celebração da Santa Missa, os homens do Terço receberam de presente um show do “Terra da Padroeira” especial, direto da tribuna Dom Aloísio Lorscheider. Kleber Oliveira, Tonho Prado e Menino da Porteira comandaram a grande festa ao ar livre, com várias atrações sertanejas.

Homens do terço participam de ação solidária no Santuário de Aparecida

A cada ano da Romaria do Terço dos Homens, os testemunhos de bênçãos e graças são ainda maiores. É grande o número de homens que relatam a mudança de vida, a transformação para um olhar atento a Deus, a Nossa Senhora e aos irmãos. Tudo isso porque é na oração do Terço que as famílias fortalecem a confiança em Deus e aprendem de Maria, primeira discípula de Cristo, as virtudes do amor e da doação.

“Nossa Senhora entende muito de pão, porque no Magníficat Ela rezou: ‘Os famintos serão saciados’. É claro que a Mãe quer ver o pão na mesa, então quando nós rezamos o Terço, nos alimentamos espiritualmente, para depois sermos aquele terço que rezamos”, explicou Dom Orlando Brandes, Arcebispo de Aparecida, durante a Missa Solene Campal da Romaria do Terço dos Homens.

Pensando nisto, o Santuário de Aparecida motivou, neste ano, a ação solidária dos grupos de Terço dos Homens. Cada grupo foi incentivado a trazer para a Romaria o seu gesto concreto, como sinal do comprometimento com os irmãos mais necessitados. “Não basta rezar, é preciso agir! Então cada um do nosso grupo contribuiu com o seu quilo e motivou também a sua família a doar. A gente está seguindo o lema da romaria do ano passado”, afirmou Agostinho Brizoto, que veio ao Santuário com o grupo de Caxias do Sul (RS).

Pela primeira vez na Casa da Mãe Aparecida, o grupo da cidade de Douradinho (MS), também participou da ação solidária. “Ajudar com esses alimentos é colocar em prática o que prega a nossa Igreja Católica, que é sermos solidários com os outros, assim como o Papa Francisco nos pede. É também, uma oportunidade de mostrarmos que estamos unidos pela fé e solidários aos que precisam”, explicou Luís Miguel do Nascimento.

Os alimentos arrecadados na Romaria do Terço dos Homens irão beneficiar 15 obras sociais da Arquidiocese de Aparecida.

Fonte: Arquidiocese de Juiz de Fora

Compartilhe com seus amigos: