Fraternidade Sagrada Face e Maria do Silêncio

A Fraternidade está sob a coordenação de: Darci Ricardina de Oliveira.

Av. Cel Amâncio Bernardes, 819 - Apt 102  Centro -  CEP: 35.560-000 - Santo Antônio do Monte/MG

 

Histórico da Fraternidade

 

Através de uma Experiência de Oração, em Formiga, no dia 25 de novembro de 1978, sob a coordenação de Pe. Sales (SJ), e Irmã Maria Colnaghi.  Neste encontro, alguns elementos da Equipe de Serviço foram convidados para uma reunião. Irmã Maria, muito entusiasmada, nos falou de uma Consagração Leiga e nos propôs a estudar o livro: ”Uma nova forma de Consagração da Mulher” de Dom Arns. Viu em nós , a possibilidade de formar uma Fraternidade.  O Grupo acolheu o convite, estudou o livro, se comunicava com A Irmã, que de longe incentivava o grupo.

 

Pe. Daniel nascimento Lindo, vigário da Paróquia São Vicente São Vicente Férrer, junto as leigas,  discerniu através de oração, coordenar o Grupo. Assumiu com dedicação e amor, a orientação espiritual, de tal forma que o consideramos como co-fundador da Fraternidade Sagrada Face de  Jesus Maria do Silêncio.

 

02 de fevereiro de 1980 as primeiras candidatas se consagraram, e ao final do mesmo ano , o grupo já contava com 08 integrantes.

 

A proposta inicial seria um apostolado em comum, após muita oração e várias tentativas de trabalho, concluiu-se que cada membro faria seu apostolado na sua comunidade, de acordo com sua aptidão.

 

Atualmente, a Fraternidade está inserida em diversas Pastorais: Sobriedade, Catequese, Liturgia, Ministério da Sagrada Comunhão, Palavra, Intercessão, Vicentinos, Enfermos., assistência aos pobres: material e espiritual.

 

A Fraternidade teve assistência contínua de Irmã Maria, Pe. Daniel, Pe. Aloísio Boeing, Pe. Osnildo, Pe. Cláudio e Pe. José Luiz ( indicado por Dom Félix, Bispo de Luz- MG).

 

Pe. Aloísio Boeing nos visitou algumas vezes, visitas importantíssimas, que nos ajudaram a aprofundar e vivenciar a Espiritualidade da  Oblação, Amor e Reparação, e nos aproximou da Fraternidade Mariana do Coração de Jesus, (fundada por ele), Fraternidade–Irmã, que aprimorou, intensificou a Espiritualidade dos Conselhos Evangélicos e nos assiste com cartas, telefonemas, e-mails e visitas.

 

Somos gratas aos padres Dehonianos pelo apoio, amor, dedicação  pela acolhida e aprendizado.

 

Atualmente, a Fraternidade conta com 18 membros atuantes, 5  in memorian, 02 doentes e 03 em preparação. As consagradas são de várias cidades: Arcos, Calciolândia, Formiga, Lagoa da Prata e S.A. Monte – Minas Gerais. As Reuniões são semanais, os Retiros mensais  e 01 Retiro anual. A Fraternidade, há 7 anos, tem como diretor Espiritual Pe. Almerindo Barbosa, (Diocesano), que acompanha e dirige os retiros anuais, com aprovação do bispo Dom José Aristeu.

 

A Consagração é feita publicamente, dentro da Celebração Eucarística, estando presente o diretor espiritual, o Pároco de cidade, junto ás Consagradas.

 

A Fraternidade está sob a coordenação de Darci Ricardina de Oliveira.

 

1 – Quem Somos ?

 

Somos leigos e leigas consagradas à Igreja Particular da Diocese de Luz. Queremos buscar no mundo uma vivência mais plena de nosso Batismo.

Adotamos uma espiritualidade baseada no valor da Oblação Reparadora, em vista da construção do Reino no meio dos homens, fazendo especial atenção ao Santo Padre, sacerdotes e religiosos.

Trabalhamos em diversas profissões: professoras, operárias, domésticas, datilografas, comerciantes.

 

 

2 – Qual a origem dessa forma de consagração a Igreja Particular ?

 

Fundadores: Ir. Maria Colnaghi, M.J.C.        

 Pe. Daniel Nascimento Lindo, S.C.J.             in memorian

É a volta a uma prática antiga, que vigorou no início da Igreja e que o Concilio Vaticano II retomou, a partir do Decreto de 1970, da Sagrada Congregação para os Sacramentos e o Culto Divino.

Fundamentação: Livro Nova Forma de Consagração da mulher (Dom Paulo Evaristo Arns).

 

 

3 – Quais as condições para admissão a esta forma de vida ?

 

3.1 – Maturidade, prudência e bons costumes reconhecidos.

3.2 – Dar esperança de perseverar na vida de castidade, pobreza e obediência, dedicada ao serviço da Igreja e do próximo.

3.3 – Ser admitida a Consagração pelo diretor espiritual ( Pároco da cidade)  e a Fraternidade.

3.4 – Etapas:

         1 – Entrevista com o diretor espiritual, acompanhamento por um membro da Fraternidade.

         2 – Participação em alguns atos da Fraternidade após três, quatro meses.

         3 – a) No período de experiência na Fraternidade a candidata participa de todos os atos.

               b) Após um adequado tempo de iniciação ( ao menos um ano ), a candidata será admitida  aos votos ( Promessas) .

              c) Profissão dos votos: será admitida pela profissão dos votos, na Celebração Eucarística, presidida pelo Diretor Espiritual e seu delegado.

3.5 – Os votos são temporários. Os votos serão renovados anualmente.

3.6 – Idade mínima para ingressar – 18 anos – Para fazer a profissão – 21 anos.

3.7 – Os candidatos deverão ser aprovados pelo Diretor Espiritual e pelos membros da Fraternidade.

3.8 – Professamos os Conselhos Evangélicos, com os votos de castidade, pobreza e obediência.

Pelo voto de castidade, “comprometemo-nos diante de Deus a viver a castidade perfeita no celibato pelo Reino e a seguir a Cristo no seu amor a Deus e aos irmãos”.

Pela pobreza comprometemo-nos a viver uma vida de simplicidade, evitando todo o luxo e acúmulo de bens, a partilhar nossos bens, quer materiais, quer espirituais, com os necessitados.

Pela obediência, colocamo-nos inteiramente a serviço do plano de Deus. Prometemos fidelidade ao projeto da Fraternidade a que pertencemos e respeitoso acatamento as suas decisões.

 

 

4 – Como vive uma consagrada?

 

Como qualquer leiga: residindo com a família – trabalhando numa profissão, cuidando da própria subsistência e previdência social, procurando engajar-se na pastoral com todas as formas e meios disponíveis.

 

 

      

5 – Quais os deveres essenciais de uma Consagrada ?

 

-     Assumir a consagração  como estado de vida e principio de doação.

-         Procurar a vivência evangélica

-         Viver o espírito de Amor e Reparação

-         Ser Igreja no meio dos homens, buscando uma atividade  apostólica

-         Consagrar a própria vida pela santificação dos sacerdotes e religiosos

-         Buscar a conversão constante, através do exercício da caridade fraterna e do auxilio de: oração (recitação diária do Oficio Divino, tempo de oração pessoal, terço), missa e comunhão diárias, retiro mensal ( 1 dia ), retiro dirigido ( anual 5 dias ), direção espiritual, jejum semanal, adoração.

 

 

6– Que serviços prestam a Igreja as consagradas ?

 

“As consagradas pretendem viver no mundo, com o mundo e para o mundo para ser nele sal e fermento... para o  transformar por dentro”. “Queremos ser uma Fraternidade que deseja oferecer-se ao Pai e aos irmãos pela escuta, disponibilidade, participação Eucarística, que expressa o assumir dos sofrimentos de todos”.

Oblação que  quer dizer doação total de si mesmo, que recria o homem segundo Deus, através da nossa solidariedade Dom de si mesmo, por amor , até o sacrifício, a exemplo de Cristo.

Ef 5,2 “ Igual nos amou e por nós se entregou a Deus como oferenda de agradável odor”.

 Buscamos a inserção na Igreja Particular através de:

*Testemunho na profissão e na famíliana Pastoral, segundo as possibilidades de cada uma:Catequese, liturgia, grupos de reflexão, grupos de oração, animação de comunidades, formação de jovens, promoção humana, Ministério dos enfermos, Oficina de Oração e Vida.   

 

Membros da Fraternidade

 

Formiga/MG

Ana Maria Silva ( Aninha )

Aniv. 02-02   

 Cons. 02-09-81

R. Ponte Alta, 151 

 

Geralda S. Doco (in memorian )

 Aniv. 26-01 

 Cons. 19-09-80

 R. Sete de Setembro, 64

 

Guiomar Silva

Aniv. 28-02   

Cons. 02-04-81

R. José Ribeiro, 09

 

Maria Lourdes F. Fonseca

Aniv. 20-05   

Cons. 07-09-80

R. Prof. Joaquim Rodarte, 160

 

Maria Tomazia Porto ( in memorian )-

Aniv. 25-06   

Cons. 19-03-80

R. Dr. Newon Pires, 83 Apto 12

 

Messias de Morais- (Cego)

Aniv. 25-10   

 Cons. 07-09-81

 Av. 01º de Maio, 86)

 

Miracema Fernandes Siqueira- ( in memorian)

Aniv. 21-05   

Cons. 02-02-80

R. Dr. Teixeira Soares, 658

 

Nancy Brandão

Aniv. 23-05   

Cons. 02-02-80

R. Dr. Newton Pires, 83 Apto 21

 

Perpétua Maria de Brito

Aniv 06-03 -2007

R. Julinho Figueiredo, 287 – Cid. Serra

 

Zélia Rodrigues Costa   ( in memorian )

Aniv. 20-03    Cons. 19-03-80

R. Cel. Jose Gonç. D´Amarante, 56

 

Santo Antônio do Monte/MG

Darci Ricardina de Oliveira 

Aniv. 21-09                       

Cons. 07-09-81

Av. Cel Amâncio Bernardes, 819/102  Centro 

 

Arcos /MG

Célia Paraíso D. Carvalho  ( in memorian )

Aniv. 03-06   

Cons. 09-02-

Pça Floriano Peixoto, 26

 

Edilene Teixeira da Silva Campos

Aniv. 31-10 

Cons. 02/06/07

R. dos Passos, 248

 

Esmeraldina Teixeira Souza ( Dica )

Aniv. 21-04    

Cons. 15-07-91

R. Jarbas (37) 9809-9615 Pereira Pires, 430

 

Lenir dos Reis Prata

Aniv. 13-01 Cons 04/11/07

R. Francisco Rodrigues de Oliveira, 418 – Bairro Calcita

 

Maria do Carmo Macedo- ( in memorian)

Aniv. 20-01   

Cons. 15-05-80

R. Jacinto Veiga, 72

 

Maria do Carmo Ramos Ferreira

Aniv. 16-06                    

 Cons:15/05/2000

R. Ver. João Veloso, 702

 

Maria Joana Cruz

Aniv. 17-10   

Cons. 15-05-89

R. Jacinto Veiga, 124 – Fone: 3351-2541

 

Maria Luisa da Silva franco

Aniver:  08/01/57    

Cons:  10/11/2010      

    

Calciolândia/MG

Rute Rezende Pereira

Aniv. 28-01   

Cons. 15-07-91

 

Lagoa da Prata/MG

 

Luzia Cândida Rodrigues 

Aniv: 18/02/59

Cons. 18/09/2009

 

Piumhi/MG

Alice Cassini Praça

Aniv. 14-01   

Cons. 19-03

   

Desenvolvido por: logo celula