Dom José Aristeu Vieira

  • Natural do Distrito de São Gregório, Município de Rio Vermelho (MG), nascido em 14 de julho de 1952.
  • Filho de Manoel Gomes Pereira e Maria Romana Vieira.
  • Fez a sua formação sacerdotal no Seminário da Arquidiocese de Diamantina e foi ordenado sacerdote em 13 de outubro de 1979, em Coluna – MG.
  • Em sua trajetória presbiteral de 35 anos, Dom Aristeu exerceu diferentes atividades pastorais.
  • Durante 18 anos atuou na Pastoral Vocacional Arquidiocesana.
  • Foi Coordenador de Pastoral da Arquidiocese de Diamantina
  • Coordenador da Pastoral Vocacional do Regional Leste 2 e membro do Grupo de Animação e Reflexão
  • Vocacional (GAV) da CNBB.
  • No período de 2003 a 2006, esteve como presidente da Comissão de Presbíteros no Regional Leste 2.
  • Em 2007, foi eleito membro Permanente do Conselho Geral do Prado, residindo em Lyon, na França até 2013.
  • Exerceu a presidência da Associação dos presbíteros da Arquidiocese de Diamantina (APAD).
  • Eleito bispo da Diocese de Luz, nomeado pelo Papa Francisco, aos 25/02/2015.
  • Ordenação Episcopal em Curvelo, aos 02/05/2015.
  • Seu lema episcopal é o mesmo da ordenação sacerdotal: “Ungido para evangelizar os pobres.” (Lc 4,18).

Brasão de Armas

 1) Ao centro, a cruz branca, lembrando que a ordenação acontece no Ano da Paz.

Recorda a saudação do Ressuscitado: “A paz esteja convosco!” (Jo 20,21). Já que a ordenação acontecerá também no período pascal. A cruz é o centro da vida cristã. Cruz enquanto oferta amorosa da própria vida.


2) A esquerda, no alto, o símbolo eucarístico que também é revestido do sol. Cristo,
luz do mundo (Jo 8,12) e sustento de toda vocação. A Eucaristia ilumina a vida e a
vocação do novo bispo. Este símbolo recorda também o brasão da Companhia de
Jesus fazendo assim referência ao Papa Francisco que nomeou D. José Aristeu como
5º Bispo de Luz.


3) A direita, em baixo, o menino Deus na manjedoura. Faz menção ao mistério da encarnação
(Jo 1,14). Entre o Cristo encarnado e o Cristo pão, o mistério da cruz é central! O menino no
presépio é o Deus da proximidade. O Deus “da saída” que vem ao nosso encontro.

 4) No alto, a direita, as águas em onda fazem menção a represa de Três Marias (Rio São Francisco). Represa ao norte da Diocese de Luz-MG que faz divisa com a Arquidiocese de Diamantina-MG. A esquerda, embaixo, lembra a represa de Furnas (Rio Grande) que fica ao sul da Diocese de Luz-MG. Ambas as águas recordam o convite de Jesus para avançarmos para as “águas mais pro-fundas” (Lc 5,4). Água que brota do mistério da cruz, (Jo 19,34) e sacia a sede de Deus (Sl 42,3)


Contando o escudo temos a cruz dourada, sinal da comunhão com a Igreja universal.
As águas também relembram a nossa vocação comum: O santo batismo (Pastor e ovelhas nascem da mesma fonte batismal). Por fim,
as ondas, em formato de “M” recordam a presença de Maria na vida e missão do novo bispo. Ela, a Senhora da Conceição Aparecida
nas águas, fiel intercessora e modelo de serviço gratuito e amoroso.

No fim, em destaque, o lema episcopal do novo bispo: “Ungido para Evangelizar os pobres” (Lc 4,18). Parte da própria vida do novo
bispo e origem do novo bispo. Eco do seu coração e apostolado! Deus se fez pobre no presépio; é frágil e pobrezinho no pão que
se reparte; assumiu nossas dores na cruz e assim nos deu vida nova. É o grão de trigo que morre para ressuscitar no pão da vida.
(Jo 12,24) É o mesmo Cristo Missionário que nos envia em missão para avançarmos para águas mais profundas.

Breve Biografia dos Bispos Breve Biografia dos Bispos

1°. Dom Manoel Nunes Coelho, de 10 de abril de 1921 a 07 de julho de 1967

2°. Dom Belchior Joaquim da Silva Neto

Administrador Apostólico “Sede Plena” 29 de maio de 1960 a 10 de julho de 1967.

Bispo Diocesano: 10 de julho de 1967 a 18 de maio de 1994

3°. Dom Eurico dos Santos Veloso

Bispo Coadjutor:31 de agosto de 1991 a 18 de maio de 1994

Bispo Diocesano: 18 de maio de 1994 a 03 de fevereiro de 2002

Dom José Martins da Silva (Administrador Diocesano),de 05 de fevereiro de 2002 a 18 de maio de 2003;

4°. Dom Antônio Carlos Félix, de 18 de maio de 2003 a 18 de maio de 2014

Pe. Antônio Campos Pereira (Administrador Diocesano), 21 de maio de 2014 a 14 de junho de 2015 5°.

Dom José Aristeu Vieira, 14 de junho de 2015 a …

Desenvolvido por: logo celula